O seu conteúdo literário preferido na tela do seu computador!
 
Página Inicial - Aventuradeler.com

A que viemos

Aventura de ler

Sala de aula

Literatura

Livros

Transversais

Contos

Crônicas

Poesias

Biografias

Assim falou

QuizArte

Cinema

Colunas

Bibliografia


Mário Quintana - Biobibliografia

Mário Miranda Quintana nasceu em Alegrete, Rio Grande do Sul, em 1906 e morreu em Porto Alegre em 1994. Em 1928 ingressou no jornal O Estado do Rio Grande. Após ter participado da Revolução de 1930, mudou-se para o Rio de Janeiro, retornando em 1936 para a Livraria do Globo, em Porto Alegre, onde trabalhou sob a direção de Érico Veríssimo. Traduziu Charles Morgan, Rosamond Lehman, Lin Yutang, Proust, Voltaire, Virgínia Woolf, Papini, Maupassant. Em sua poesia há um constante humor, ironia e muito de ternura pela vida, pelo mundo e pelas pessoas.

Com sua rica e vasta obra, conquistou elogios, homenagens e admiração de contemporâneos notáveis – Carlos Drummond de Andrade, Paulo Mendes Campos, Vinicius de Morais, Cecília Meireles, João Cabral de Melo Neto, Manuel Bandeira – não conseguindo, no entanto, obter uma cadeira na Academia Brasileira de Letras. Após perder a terceira indicação, escreveu o
Poeminha do Contra
Todos esses que aí estão
atravancando meu caminho,
eles passarão...
eu passarinho!

Nota : Uma biografia detalhada de Mário Quintana pode ser encontrada no site www.releitura.com , do qual retiramos a seguinte

BIBLIOGRAFIA

Em português
A Rua dos Cataventos (1940)
Canções (1946)
Sapato Florido (1948)
O Batalhão de Letras (1948)
O Aprendiz de Feiticeiro (1950)
Espelho Mágico (1951)
Inéditos e Esparsos (1953)
Do Caderno H (1973)
Pé de Pilão (1975) - literatura infanto-juvenil
Apontamentos de História Sobrenatural (1976)
Quintanares (1976) - edição especial para a MPM Propaganda.
A Vaca e o Hipogrifo (1977)
Na Volta da Esquina (1979)
Esconderijos do Tempo (1980)
Lili Inventa o Mundo (1983)
Nariz de Vidro (1984)
O Sapo Amarelo (1984) - literatura infanto-juvenil
80 Anos de Poesia (1985)
Da Preguiça como Método de Trabalho (1987)
Preparativos de Viagem (1987)
Porta Giratória (1988)
A Cor do Invisível (1989)
Velório sem Defunto (1990)
A Rua dos Cataventos (1992) - reedição para os 50 anos da 1a. publicação.
Sapato Furado (1994)

Em espanhol
Objetos Perdidos y Otros Poemas (1979)

Em inglês
Chew me up slowly (1978)

Antologias
Poesias (1962)
Antologia Poética (1966)
Prosa e Verso (1978)
Nova Antologia Poética (1981)

Discos
Antologia Poética de Mário Quintana - Gravadora Polygram (1983)

Música
Recital Canto Coral Quintanares (1993) - treze poemas musicados pelo maestro Gil de Rocca Sales.
Cantando o Imaginário do Poeta (1994) - Coral Casa de Mário Quintana - poemas musicados pelo maestro Adroaldo Cauduro.

Teatro
Lili Inventa o Mundo (1993) - montagem de Dilmar Messias.

Sobre o autor
Quintana dos 8 aos 80 (1985)

><><

Leia mais em Assim Falou Mário Quintana e, na Seção Poesia, Mário Quintana em Trova e Verso

 

Todos os conteúdos deste site estão registrados. Maura Maciel. - Todos os direitos reservados © 2010 - Desenvolvido por Anselmo Pereira